Gravatazeiro – 20 x 5 x 10 cm

R$119,80
Em até 1x de R$119,80

PRODUTO COM FRETE GRÁTIS

2 em estoque

Compartilhar produto

Descrição

Escultura perfeita de um Gravatazeiro, com os pés flexíveis em arame para que possa ser instalado em um galho.

Também conhecido como papa-formiga-de-gravatá e pêga-de-gravatá. A espécie foi descrita pelo Principe Maximiliano Wied, a partir de dois exemplares coletados em 1817, em algum ponto não especificado ao norte do municipio de Vitória da Conquista na Bahia. Foi posteriormente registrado por Emil Kaempfer em 1928 no municipio de Boa Nova – BA, que passou a ser reconhecida como a principal localidade de ocorrência da espécie. O gravatazeiro encontra-se atualmente ameaçado de extinção na categoria Em Perigo.

O gravatazeiro é endêmico dos estados da Bahia e Minas Gerais, exclusivo de uma área restrita de transição entre a Mata Atlântica e a Caatinga, sendo esta conhecida em alguns locais como mata-de-cipó, devido ao excesso de lianas em seu interior. Outra característica marcante desse ambiente é a presença de grandes bromélias terrestres dos gêneros Ananas e Aechmea, chamadas de gravatás, que inclusive deram origem ao nome popular da ave. Até o início do século XIX esse tipo de ambiente tinha uma extensão no sentido norte/sul de cerca de 300 km, do município de Brejões na Bahia até Salto da Divisa no nordeste de Minas Gerais. Com a forte colonização dessa região, a fragmentação florestal foi inevitável e as populações remanescentes do gravatazeiro encontram-se isoladas. Em 2005 um grande esforço de mobilização em torno da proteção da espécie foi iniciada no município de Boa Nova, sob coordenação da SAVE Brasil – Sociedade para Conservação das Aves do Brasil. Dentre os vários resultados obtidos destaca-se a adoção da espécie como mascote pela comunidade local e a criação de um Parque Nacional e um Refúgio de Vida Silvestre totalizando cerca de 27000 hectares de áreas protegidas. Apesar desses avanços, o gravatazeiro continua a perder seu habitat natural nos outros municípios onde ocorre. Dessa forma, ações de proteção em toda sua extensão de ocorrência devem ser imediatamente tomadas. Atualmente a espécie é conhecida além de Boa Nova em outros 18 municípios: Brejões, Milagres, Irajuba, Cravolândia, Jaguaquara, Maracás, Itiruçu, Lafaiete Coutinho, Jequié, Manoel Vitorino, Poções, Planalto, Itororó, Itapetinga, Potiraguá, Itarantim e Itapebi, todos na Bahia, e Salto da Divisa em Minas Gerais. Um mapa de distribuição potencial gerado para espécie aponta alta probabilidade de sua ocorrência em pelo menos outras 9 localidades ainda não investigadas.

 

Informação adicional

Peso0,2 kg
Dimensões20 × 5 × 10 cm

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Gravatazeiro – 20 x 5 x 10 cm”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postar Comentário